O que é cordoalha de aço?

O que é cordoalha de aço?

Uma cordoalha de aço é um conjunto de fios de aço que se entrelaçam em forma de hélice e possuem um alto teor de carbono. Esta união de fios de aço resulta em um material altamente resistente e mais leve ao mesmo tempo.

A cordoalha de aço produzida pela AWA Comercial é composta por sete fios de aço com formato totalmente helicoidal. A cordoalha de aço pode ter o entrelaçamento de dois, três ou sete fios de aço.

o que são cordoalhas

O uso deste tipo de material é recomendado para concreto de protensão. O concreto de protensão é feito com cordoalhas de aço que foram submetidas a um esforço máximo para só então receberem o concreto que formará as estruturas. Este tratamento aumenta a resistência e ao mesmo tempo garante leveza arquitetônica.

Cordoalha de aço e cordoalha engraxada

A cordoalha de aço pode ter ou não revestimento. A AWA Comercial fornece cordoalhas nuas, ideais para a vigas protendidas, estruturas de concreto pré-moldado, de contenção, pontes e viadutos.

Outra opção de cordoalha de aço fornecida pela AWA são as cordoalhas engraxadas. Este tipo de fio é fabricado num processo contínuo, em que a cordoalha de aço é revestida por polietileno de alta densidade, aplicado diretamente sobre a cordoalha já engraxada.

A cordoalha de aço engraxada possui características mecânicas idênticas às das cordoalhas nuas. São duráveis e resistentes a danos provocados pelo manuseio habitual nas obras, assim como durante o corte, o enrolamento e o posicionamento. Podem ser usadas em lajes, pisos industriais e radiers protendidos.

Qual a diferença entre uma cordoalha de aço e um cabo de aço?

As diferenças entre um cabo e uma cordoalha de aço são algumas, principalmente tratamento térmico e químico dos arames e da máquina de origem. A cordoalha de aço é produzida com arames de aço mais densos e com menos fios do que os cabos de aço.

Estes fios que compõem a cordoalha de aço são torcidos como uma hélice. Já os cabos de aço são formados por dois ou mais fios enrolados lado a lado e ligados, ou torcidos ou entrançados, formando um único conjunto.

Obras com cordoalha de aço

A invenção da cordoalha de aço no início do século 20 revolucionou a engenharia e a arquitetura. Isso porque as cordoalhas de aço combinadas ao método de protensão permitem projetos com grandes vãos, como em pontes e viadutos sejam executados.

A construção de estruturas em grandes módulos, mais bonitas e com desenhos até então inimagináveis passaram a ser possíveis. Tudo isso graças à dobradinha cordoalha de aço e concreto protendido. garantindo maior beleza arquitetônica às construções.

Confira alguns exemplos de obras que têm a estrutura com cordoalha de aço:

 

Ponte Rio-Niterói

Inaugurada em 1974, a ponte sobre a Baía de Guanabara, liga a cidade do Rio de Janeiro à cidade de Niterói. São 13 quilômetros de extensão, dos quais nove estão sobre o mar, construídos sobre pilares de até 70 metros de altura.

Essa ponte foi construída com a montagem de aduelas, pequenos trechos de estrutura encaixados uns aos outros. A fixação dessas estruturas foi realizada por meio de cabos de protensão, sendo que cada aduela pesa 110 toneladas, tem 4,8 metros de comprimento e 12,7 metros de largura.

A ponte tem um total de 43 mil cabos protendidos em toda a sua estrutura. Além desses cabos, a estrutura das vigas é feita em concreto protendido. Na ponte, são 1.152 vigas com até 90 metros de comprimento cada uma, tornando a Ponte Rio-Niterói o maior conjunto de estruturas protendidas das Américas.

 

Museu de Arte Contemporânea do Rio de Janeiro

O Museu de Arte Contemporânea, no Rio de Janeiro, é um marco na Engenharia brasileira e foi construído com concreto protendido. O salão central do Museu possui uma área de 470 metros quadrados sem nenhum pilar.

Construído em 1996, foi um dos últimos projetos do grande arquiteto Oscar Niemeyer, que sempre desafiou a Engenharia com obras impressionantes. O Museu de Arte Contemporânea levou mais de cinco anos para ser construído e tem um formato diferente e bastante curioso, sendo que muitas pessoas o chamam de “disco voador”.

Vigas de concreto protendido trabalham com balanços de até 11 metros nessa estrutura e vigas radiais — também feitas desse material — sustentam toda a superestrutura do Museu se apoiando em um único pilar central.

obra com cordoalha de aço
Museu do Amanhã / RJ

 

Palácio Tiradentes, Cidade Administrativa de Minas Gerais

O Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa de Minas Gerais, localizada entre os municípios de Belo Horizonte e Vespasiano, é o maior prédio de concreto protendido suspenso do mundo — o vão livre do térreo possui 147 metros de comprimento e 26 metros de largura — e também foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

Sede do Governo do Estado de Minas Gerais desde 2010, o prédio não possui pilares e é todo sustentado por tirantes metálicos protendidos, sustentados por um pórtico com quatro apoios no solo.

 

 Conheça os cases de sucesso com cordoalhas da AWA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *