Como fazer uma gestão de custos eficiente na construção civil?

Em tempos de crise e inflação, torna-se extremamente delicado o repasse de qualquer aumento do custo de produção civil ao consumidor. Assim, a melhor forma de retomar a sustentabilidade financeira de sua obra será o corte de gastos, que poderá ser eficientemente concretizado com uma gestão de custos eficiente.

Os benefícios permanecerão a longo prazo, de modo que, quando a crise for superada, você verá um rápido aumento da sua lucratividade.

Confira a seguir quatro dicas para fazer uma gestão de custos eficiente na construção civil:

1. Gerencie a alocação das máquinas e equipamentos

Geralmente, os equipamentos são calculados como custos indiretos dentro de uma empresa, pois estão relacionados à produção de diversos produtos, o que impede a individualização direta do seu custo em cada um deles.

Para facilitar a gestão de custos é interessante transformá-los em custo direto. Quando o preço do equipamento permitir, inclua-o integralmente nos custos da obra que gerou a necessidade de sua compra.

Se o valor for muito elevado e o produto for utilizado em diversas obras, o melhor é manter o cálculo do custo indireto. Portanto, o ideal será calcular o custo/hora dessa máquina, tendo em vista o custo de aquisição, o valor residual, sua manutenção e a sua depreciação. Assim, você poderá estimar o quanto cada obra consome do equipamento.

2. Evite desperdício de matéria-prima

Esse item exige uma grande mudança de cultura dentro da sua obra, pois os profissionais da construção civil estão entre os campeões na modalidade desperdício de materiais. Portanto, uma das primeiras medidas é a criação de um programa de treinamento a respeito de técnicas de racionalização do uso de insumos.

Além disso, será essencial um sistema de controle de resíduos e entulhos. Algumas construtoras foram capazes de reduzir em 30% o volume de resíduos ao adotar simples rotinas de medição e de controle.

Assim, sua obra se torna mais sustentável financeiramente, pois será possível verificar os fluxos do estoque de materiais e o desperdício. Os gestores, também, poderão calcular a eficiência da alocação de recursos e elaborar políticas de otimização de resultados.

AWA gestão de custos

3. Adote medidas de sustentabilidade ambiental

Há uma crença errônea ligando a sustentabilidade ambiental a um aumento dos custos de um canteiro de obras. No entanto, há diversas medidas nesse sentido que, na verdade, otimizam consideravelmente a gestão de custos.

Por exemplo, é importante controlar o consumo de água em sua obra, estabelecendo uma quantidade fixa a ser utilizada em cada processo. Além disso, mais uma vez é necessário implementar medidas de educação para todos os trabalhadores, como:

  • Proibição da utilização livre de água para a limpeza;
  • Criação de rotinas de checagem de válvulas e torneiras;
  • Verificação de vazamentos.

Além disso, como as obras são feitas em campo aberto, é essencial utilizar geradores móveis de energia solar para abastecer seus equipamentos. O custo da energia elétrica no Brasil está muito alto, então, rapidamente haverá o retorno do seu investimento em energia limpa.

4. Utilize a tecnologia móvel a seu favor

Há diversos aplicativos e sistemas ERPs para a gestão de suas obras que rodam tanto em equipamentos móveis quanto em desktops. Assim, sua equipe de gestores e gerentes de obra poderá atualizar, em tempo real,  todos os dados a respeito das obras.

Além disso, esses sistemas oferecem planilhas, gráficos e relatórios com as mais diversas métricas voltadas para a construção civil. Dessa forma, será possível obter, em poucos minutos, um panorama completo do estado atual de sua obra para, então, corrigir rumos e otimizar processos.

A grande vantagem desses sistemas é a integração entre as mais diversas plataformas. Assim, não será necessário mais cruzar dados para obter alguns indicadores, já que o software fará todo o trabalho.

Portanto, a gestão de custos é uma medida muito simples, cujos benefícios para a saúde financeira da empresa são enormes. Por isso, implemente rotinas de gestão de custo desde já! Não espere que a situação das suas finanças se complique!

Quer saber mais medidas de economia dentro da sua obra? Confira nesse post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *